bandeira (flag) bandeira (flag)

Consciência é matéria?

Os físicos estão dizendo que a consciência é um estado da matéria, como o estado sólido, o líquido ou o gasoso.

Uma nova maneira de pensar sobre a consciência está varrendo o meio científico, como um rastilho de pólvora. Com ela, os físicos estão podendo formular o problema da consciência em termos matemáticos concretos pela primeira vez

[Atenção! Traduzimos apenas o início e o final do artigo]

Há uma revolução silenciosa em marcha na Física teórica. Desde que a disciplina existe, os físicos têm relutado em discutir a consciência, considerando-a um tema para impostores e charlatães. De fato, a simples menção da palavra 'c' poderia arruinar carreiras.

Tudo isso, finalmente, está começando a mudar graças a uma maneira de pensar sobre a consciência, fundamentalmente nova, que está se espalhando como um rastilho de pólvora através da comunidade da Física teórica. E, embora o problema da consciência esteja longe de ser resolvido, ele está finalmente sendo formulado matematicamente, como um conjunto de problemas que os pesquisadores podem entender, explorar e discutir.

Hoje, Max Tegmark, um físico teórico do Instituto de Tecnologia de Massachusetts – MIT em Cambridge, expõe os problemas fundamentais que esta nova forma de pensar levanta. E ele mostra como esses problemas podem ser formulados em termos da Mecânica Quântica e da Teoria da Informação.

Ele também explica, como pensar sobre a consciência desta forma leva a perguntas precisas sobre a natureza da realidade, que o processo científico experimental pode ajudar a desenredar.

[...]

E, no entanto, a pujança desta abordagem é a admissão de que a consciência não está mais além do nosso alcance; de que não existe mais um "ingrediente secreto" sem o qual ela não poderia ser domada.

No início do século 20, um grupo de jovens físicos embarcaram em uma busca para explicar algumas anomalias estranhas, embora aparentemente pequenas, na nossa compreensão do universo. Ao criarem as novas teorias da Relatividade e da Mecânica Quântica, estes físicos acabaram por mudar a maneira como compreendemos o cosmo. Hoje, pelo menos alguns deles, são nomes bem conhecidos.

Será que uma revolução semelhante aquela está em marcha, atualmente, no início do século 21?

[Para os mais interessados, o artigo completo, em inglês]

https://medium.com/the-physics-arxiv-blog/5e7ed624986d

Confortante.

Para nós do Instituto Janus, que temos a consciência no nosso nome, é extraordinariamente confortante ver a moderna Ciência se aproximar de seu polo oposto sem se negar, nem ao outro.

Enviar novo comentário

O conteúdo deste campo é privado não será exibido publicamente.